ALUNOS DO CEDEVIR PARTICIPAM DE OFICINA DE CULINÁRIA

A Prefeitura de Resende, através da Secretaria Municipal de Educação, oferece para os alunos do CEDEVIR (Centro Educacional Municipal de Atendimento a Deficientes Visuais de Resende) uma atividade diferenciada da rotina com uma oficina de culinária. A ‘Culinária Fácil’ compõe o projeto pedagógico ‘Aprendendo dentro e fora da escola’, que é realizado durante todo o ano letivo na unidade de ensino. A iniciativa surgiu da necessidade de oportunizar a participação das crianças com deficiência visual em atividades simples da vida diária.

A oficina de culinária acontece mensalmente ou ainda de acordo com o interesse dos estudantes. Nesta atividade gastronômica, os alunos têm auxílio dos professores para aprenderem sobre receitas simples, manuseio de objetos utilizados na cozinha, organização e higiene para o preparo de alimentos e alimentação saudável. Além disso, há incentivo à leitura, escrita e interpretação de receitas, rótulos e embalagens.

Os professores ainda distribuem para as crianças frutas da estação para experimentarem como também frutas que não fazem parte do universo delas como: pitaya, graviola, seriguela, jaca e entre outras.  Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o objetivo do projeto é ampliar o conhecimento através de experiências e vivência em atividades da vida diária. Além de promover a interação entre os colegas através de novas vivências e dar autonomia aos alunos que possuem baixa visão ou são completamente cegos.

Para complementar a grade curricular da rede regular de ensino em relação ao estudante com deficiência visual, o CEDEVIR desenvolve o projeto pedagógico ‘Aprendendo dentro e fora da escola’. A secretária de Educação, Rosa Frech, destaca a importância da iniciativa.

– O projeto amplia as condições para que a pessoa com deficiência visual possa desenvolver sua capacidade de socializar, vivenciar, orientar e se movimentar com independência, segurança, eficiência e adequação de acordo com seu potencial em diversas situações e ambientes. Utilizando-se de técnicas específicas adquiridas através da aprendizagem e aplicação em vivências contextualizadas, colaborando, consequentemente, para sua real integração à sociedade – enfatizou a secretária.

O Centro Educacional Municipal de Atendimento a Deficientes Visuais de Resende atualmente possui 48 crianças matriculadas e funciona na Rua Doutor Cunha Ferreira, no Centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *